segunda-feira, 4 de maio de 2015

POEMA EM MAIO


Com seus tambores de fogo e cinza
o mel da manhã menino
de luz e sombra ‒

rosto lesto rosto
de alísio ágil cio.

O mês em que nasci.

A bruma e o sol.

O sul nascente.

O mar.

5 comentários:

Andrea Liette disse...

Feliz aniversário, pieta! Saudações!

Andrea Liette disse...

Feliz aniversário, pieta! Saudações!

tulipa disse...

O mês em que nasci.

FELIZ ANIVERSÁRIO POETA
AMIGO VIEIRA CALADO

ABRIL foi o meu mês!

OBRIGADO pelos votos de PARABÉNS

Foram pouquinhos, os que me felicitaram,
mas...
poucos mas sinceros e bons.

Vou neste momento fazer um post sobre as fotos desse dia...

Continuarei sempre
a perseguir os meus sonhos
desde que Deus me acompanhe.

Beijinhos

Tais Luso disse...

Grande abraço, feliz aniversário, Vieira!

Laura Santos disse...

Maio é quanto a mim, o mais belo mês do ano. E mesmo quando o não é, deveria sê-lo.
É o grande começo dos frutos que verdadeiramente amadurecem, num tempo de luz e de sombras. Mas quanto maior a sombra, mais intensa a luz.
Não me importaria de ter nascido em Maio. Mas como dizem ser o mês das rosas, talvez não seja realmente o meu mês; sou mais um arbusto. :-)
Parabéns pelo poema, poeta Vieira Calado. E pelo aniversário.
xx