quarta-feira, 4 de fevereiro de 2015

INSIGNIFICÂNCIAS


A minha vida faz-se de pequenas coisas
que não ficarão para a história do planeta,
nem do país,
nem da cidade,

pequenas coisas insignificantes que são apenas minhas
pequenas insignificâncias
pequenas coisas de nada
que não mudam o sentido de todas as outras grandes coisas
nem a sua universal pluralidade

a sua verdadeira dimensão de idênticas pequenas coisas

embora essas possam ficar para a história do mundo,
ou do país
ou das cidades
feitas dessas pequenas/grandes coisas
exactamente iguais às minhas.

em “As Noites e os Dias
Enviar um comentário