domingo, 22 de fevereiro de 2015

A PASSAGEM DAS HORAS



A passagem das horas
o perpassar dos dias
o lento fervilhar do tempo em seus artifícios
de claridade e sombras

trazem-nos a este lugar preciso
de quietude
em ondulações do silêncio e apaziguamento.

É aqui
onde deveremos aprender
os festejos da luz
a sombra do pecado original
dos fascínios
pelo regresso urgente
a nossa casa.

em "OS DIAS E AS NOITES", ed, Litoral 2014  

28 comentários:

Andrea Liette disse...

Querido amigo poeta,
Escrever é sempre um ato de retorno à casa. E os vídeos valorizam (ainda mais) aquilo que é muito bom. É um prazer visitá- lo sempre e um privilégio compartilhar sua poesia, imensamente significativa. Saudações.

tulipa disse...

Quantos lugares de quietude
em ondulações do silêncio e apaziguamento
eu já estive
Faz bem à alma!!!

Belíssimo poema.

Cultivar uma amizade seja ela virtual ou não...
partilhamos tantos momentos ao longo de anos
Já ando na blogosfera há 7 anos...

OBRIGADO pela sua visita e comentário

Muitos me dizem:
..."fiquei deslumbrada com os sítios lindos por onde tem viajado! Continue sempre!"

Se Deus quiser hei-de continuar!
E, por falar em sítios lindos, convido-o a ver o post que fiz hoje mesmo
no "Momentos Perfeitos"
porque ali, naquele lugar
eu vivi momentos mais que perfeitos

http://momentos-perfeitos.blogspot.pt/

Ando absorvida com o meu projecto principal de 2015
Passar para fotolivro algumas das milhares de fotos que tenho, das viagens
que faço pelo Mundo...estou no 4º fotolivro, todo ele dedicado ao Vietnam.
...
Continuando o passeio, os Túmulos Reais vão-se sucedendo.
Toda a área envolvente ao túmulo de Tu Duc é um lugar pacífico de descanso.
Neste pavilhão com um lago e flores de lótus onde, em vida, o Imperador pescava, ouvia música e escrevia poesia - (apetecia ali ficar...)

Atendendo a esta pequena amostra de imagens, pode imaginar como estou muito entusiasmada com o meu fotolivro.

Beijinhos,
TULIPA

Isy disse...

Mais palavras bonitas repletas de imenso sentido! Os meus parabéns!

Bjxxx

Lilá(s) disse...

Mais um belo poema, de um grande poeta!
Bjs

helia disse...

A sua Poesia é uma delícia ! Obrigada pela partilha .

Rosemildo Sales Furtado disse...

Olá amigo! Eis que mais uma vez, nos presenteias com um lindo e profundo poema.

Estou retornando com a esperança de poder continuar contando com a tua valiosa amizade.

Abraços,

Furtado.

Smareis disse...

Poesia sentida e muito bela!

Um abraço!
Ótima semana!

Blog da Smareis- É só clicar aqui!

Vanuza Pantaleão disse...

Os festejos da luz estão todos na tua poesia...
Beijos, Poeta!

Laura Santos disse...

A vida é toda feita de sol e sombras, mas é sempre no regresso a casa que a luz é mais intensa.
Um poema muito belo, Vieira Calado!
xx

Dorli disse...

Oi Vieira,
A vida é feita de tropeços e amores bem ou mal resolvidos, mas nada como uma poesia sua nos faz voltar num tempo mais romântico e feliz
Beijos
Lua Singular

Evanir disse...

Amigo Poeta.
Pouco para acrescentar seus poemas sempre serão os mais belos para mim.
Tens a alma poeta e sabes fazer muito bem o uso dela.
Um beijo carinhoso.
Evanir.

Nadine Granad disse...

...é aqui que gosto de estar ;)

Literatura & Companhia Ilimitada disse...

Olá amigo! Passando para agradecer a tua visita e amável comentário, assim como apreciar este belo poema.

Estou de volta contando continuar com a tua amizade.

Abraços,

Furtado.

Visite também http://arteemoes.blogspot.com.br

Arco-Íris de Frida disse...

Onde é este lugar de quietude e apaziguamento?

Donetzka Cercck Lavrak Alvarez disse...

Que belo poema,lírico,magistral,querido amigo poeta Vieira. É dessa paz todos precisamos.

Fiquei feliz ao ler seu comentário no meu blog,pois há muito não me visitava.

Obrigada pela visita,volte sempre!


Beijos e uma semana de alegrias

Donetzka

Face Book:

https://www.facebook.com/donetzka.cercck

Twitter: @donetzka13

Instagram: @donetzka


http://instagram.com/donetzka


Youtube (Meu canal):

http://www.youtube.com/channel/UCnVpBs2C-vL6fd1BaRH3lrA/about


Blog Magia de Donetzka

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Poeta Vieira Calado.... poeta dos sentimentos mais tocantes, dos poemas que nos remetem á quietude e mansidão do amor....Amor é isso...é quietude, é mansidão...é paz...
E vir aqui é sempre um grande prazer .....parabéns por mais essa pérola que cultivastes....

PEQUENOS DELITOS RENOVADOS disse...

Poeta... eu quero te seguir e não consigo!!!!

Gracita disse...

Se conseguires indica-me este lugar de quietude e apaziguamento meu amigo.
Estou precisando oferecer esta calmaria ao coração.
Teus versos sempre lindos e encantadores
Beijinhos no coração, amigo poeta

Anete disse...

Olá! Bonito pensar e refletir sobre o tempo!
"Os Festejos da Luz" (!!!)

Abraço. MUITA PAZ!

José Carlos Sant Anna disse...

Aqui é a casa da palavra poética. É nela que encontramos a quietude..
Abraço forte,

© Piedade Araújo Sol disse...

amigo Poeta

este é um poema cativante e cheio de serenidade

sim, a nossa casa é o refugio de tudo!

obrigada!

:)

Luma Rosa disse...

Perceber o sentido do passar das horas faz-nos querer o regaço. A nossa casa é o melhor lugar do mundo!
Vieira, acho que você trocou o comentário em meu blogue e falou sobre um filme.
Beijus,

Marina Fligueira disse...

¡Que lindos y profundos versos, nos dejas, Poeta Grande! Es todo un placer leerte. Un espacio este, donde se respira armonía y buen gusto.

Gracias, por tu buen hacer y por dejar tu huella en mi puerto marinero.
Te dejo un beso y toda mi estima.
Se muy muy feliz.

Marina Fligueira disse...

¡Que lindos y profundos versos, nos dejas, Poeta Grande! Es todo un placer leerte. Un espacio este, donde se respira armonía y buen gusto.

Gracias, por tu buen hacer y por dejar tu huella en mi puerto marinero.
Te dejo un beso y toda mi estima.
Se muy muy feliz.

✿ chica disse...

O tempo passa,voa, mas nos inspira sempre e tua poesia ficou LINDA! abraços,chica

Parapeito disse...

como sempre um poema cheio de tanto...
Que seja sempre o regresso a caso um acto de amor.
Gostei muito.
Abraço

Parapeito disse...

como sempre um poema cheio de tanto...
Que seja sempre o regresso a caso um acto de amor.
Gostei muito.
Abraço

SOL da Esteva disse...

Poesia plena e serena mesmo nas horas que passam.


Páscoa Feliz.


Abraços


SOL