domingo, 30 de agosto de 2015

COMO AQUELES OLHOS


Como aqueles olhos que disseram a tua eternidade
até ao fim do mundo

que o fim mundo é a tua ideia derradeira
do tempo
e do abalar dos dias

a visão do que foi eternamente passado
longe para sempre
daqueles olhos que te disseram o dia de ontem

em POEMETOS II - recentemente publicado


2 comentários:

Arione Torres disse...

Oi amigo Vieira, vim lhe desejar uma excelente semana, abraços e fique com Deus!!

Zulmira Monteiro disse...

Muito bonito. Tudo de bom para ti e continua poeta...sempre. Bjs.